Detetive Particular

| Atendemos 24 horas | Sigilo Absoluto

São Paulo - SP (11) 9 1105-5639
Ribeirão Preto SP (16) 9 9790-1372
São José do Rio Preto SP (17) 9 9200-2048
Investigação Conjugal

“Desvendando Segredos a Dois” -

As turbulências do amor são profundas e intensas, capazes de abalar até mesmo os corações mais resilientes. Quando desconfianças se infiltram na relação, a harmonia cede lugar à dor, aos conflitos e, em casos extremos, a consequências devastadoras.

Contudo, no cerne de toda tempestade emocional existe a possibilidade de renovação: o perdão e a reconciliação aguardam aqueles que ousam enfrentar as incertezas.

É aqui que entramos em cena. A investigação conjugal é uma chave mestra para restabelecer a confiança perdida e resgatar a serenidade do seu relacionamento ou o rompimento definitivo. Permita-me ser o seu guia nessa jornada rumo à verdade.

Juntos, traçaremos um roteiro meticuloso para sua pesquisa, desde dicas como a escolha do Detetive Particular, garantindo discrição total e profissionalismo inquestionável até o esclarecimento de cada dúvida que pesa em seu coração.

Não deixe que as sombras do desconhecido ofusquem o brilho da sua relação. Navegue agora pelos assuntos abaixo e permita-nos iluminar o caminho de volta à paz conjugal que você tanto merece."

As motivações de uma investigação Conjugal

São várias as razões que levam uma pessoa a tomar tal atitude, mas o certo é que; em alguns casos, você só conhece de verdade a pessoa, após uma investigação.

Fazer uma investigação conjugal é muito recomendável quando surgem dúvidas e suspeitas dentro de um relacionamento.

Aqui estão algumas razões pelas quais algumas pessoas optam por fazer uma investigação conjugal:

1. Confirmação de suspeitas: Quando um parceiro(a) tem suspeitas de infidelidade ou comportamento desonesto por parte do outro, a investigação conjugal pode ser uma maneira de confirmar ou dissipar essas dúvidas. É importante saber que a investigação do parceiro não deve ser usada como ferramenta para buscar culpados ou vingança, mas sim como uma forma de encontrar respostas e resolver problemas dentro do relacionamento.

2. Restabelecimento da confiança: A confiança é um dos pilares fundamentais em um relacionamento saudável. Quando essa confiança é abalada por suspeitas ou casos de infidelidade, pode ser difícil restabelecê-la sem uma investigação. Ao descobrir a verdade, o casal pode iniciar um processo de reparação e reconstrução da confiança, criando um ambiente mais seguro para o relacionamento.

3. Proteção contra riscos financeiros: Em alguns casos, a investigação conjugal também pode envolver questões financeiras, como a suspeita de desvio de dinheiro ou uso inadequado de recursos compartilhados. Nesses casos, a investigação pode ajudar a proteger os interesses financeiros de ambos os parceiros e evitar futuros problemas e conflitos.

4. Prevenção de doenças sexualmente transmissíveis: Caso exista suspeita de infidelidade e práticas sexuais de risco, a investigação conjugal pode se tornar importante para a saúde e bem-estar do casal. É essencial garantir que todos os envolvidos estejam cientes de sua saúde sexual e tomar as precauções necessárias para evitar a transmissão de doenças.

Como funciona uma Investigação conjugal

Uma investigação conjugal é um processo que envolve a contratação de um investigador particular para coletar informações sobre o parceiro(a) suspeito(a). Normalmente, o investigador emprega várias técnicas de investigação e utiliza recursos legais para obter a informação desejada.

Aqui estão algumas etapas comuns de uma investigação conjugal:

1. Conhecimento das suspeitas: O cliente, geralmente um dos parceiros do relacionamento, compartilha com o investigador particular as suspeitas e preocupações específicas que levaram à necessidade da investigação. Isso pode incluir infidelidade, comportamento suspeito, gastos financeiros incomuns, entre outros.

2. Coleta de informações básicas: O investigador particular coleta informações básicas sobre o parceiro(a) suspeito(a), como nome completo, dados do veículo, endereço, local de trabalho, rotinas diárias, amigos e atividades sociais. Essas informações ajudam a determinar as técnicas utilizadas, equipamentos e a abordagem para conduzir a investigação.

3. Vigilância de Campana: Uma técnica comum usada na investigação conjugal é a campana física. O investigador segue e monitora o parceiro(a) suspeito(a), captando evidências fotográficas ou em vídeo de suas atividades e encontros. Isso pode incluir o monitoramento dos locais que a pessoa frequenta, como bares, restaurantes, residências, hotéis, entre outros. Tudo é registrado mediante as circunstâncias e possibilidades

4. Uso de recursos eletrônicos: O investigador particular pode utilizar recursos eletrônicos para coletar informações, como gravações de áudio dentro do carro, rastreamento de GPS, acesso a registros telefônicos, entre outros. Tudo vai depender do tipo de acesso que o cliente tenha aos equipamentos da pessoa investigada.

5. Relato e documentação dos resultados: Durante a investigação, o investigador junta e documenta todas as evidências coletadas, como fotografias, vídeos, gravações, registros, etc. Essas informações são compiladas em um relatório detalhado que é fornecido ao cliente no fim do serviço.

Qual o preço de uma investigação conjugal?

O preço de uma semana de investigação com carga horária de 8 horas por dia durante 5 dias custa entre R$ 800,00 a R$ 1.300,00 por dia

Normalmente cobramos o pacote de 5 dias de serviço que é o tempo médio para flagrar uma traição onde há um “Caso extra conjugal”

O custo deste pacote varia entre R$3.800,00 a R$ 6.000,00 nas principais capitais do país.

Vários fatores fazem este valor variar como: bairro onde mora o investigado, profissão, grau de deslocamento da pessoa

Quais sinais de infidelidade mostram que você precisa de uma investigação conjugal?

A infidelidade pode ser um tema delicado em um relacionamento, e cada situação é única. No entanto, existem alguns sinais comuns que podem indicar a necessidade de uma investigação conjugal. Aqui estão alguns exemplos:

1. Mudança repentina de comportamento: Se o seu parceiro passa a agir de maneira diferente, como ficar mais reservado ou distante, e não há uma explicação clara para essa mudança, pode ser um sinal de infidelidade.

2. Falta de interesse sexual: Se houver uma diminuição significativa no interesse ou intimidade sexual, esse pode ser um indício de infidelidade. No entanto, é importante ter em mente que existem outras razões além da infidelidade que podem levar a essa mudança de comportamento.

3. Secreto com o celular: Se o seu parceiro começa a ser excessivamente cauteloso com o celular, protegendo-o com senha, evitando que você veja suas mensagens ou ficando constantemente alerta quando recebe notificações, isso pode indicar que está escondendo algo.

4. Horários inconsistentes: Se o seu parceiro começa a chegar tarde em casa sem uma explicação plausível ou tem desculpas frequentes para sair ou ficar fora por longos períodos de tempo, isso pode ser um sinal de infidelidade.

5. Comportamento defensivo: Seu parceiro fica facilmente na defensiva ou irritado quando você faz perguntas ou levanta questões sobre sua fidelidade. Isso pode indicar que ele está tentando esconder algo.

6. Intuição: Por fim, confiar em sua intuição também pode ser uma indicação de que algo está errado. Se você tem uma sensação persistente de que seu parceiro está sendo infiel, é importante levar isso em consideração.

É importante lembrar que esses são apenas sinais potenciais e não provas definitivas de infidelidade.

Posso eu mesmo fazer uma Investigação Conjugal?

Embora seja compreensível que você queira buscar respostas em relação às suspeitas de infidelidade em seu relacionamento, é importante considerar os riscos e consequências antes de tentar fazer uma investigação conjugal por conta própria.

Aqui estão algumas razões para você não fazer isso:

1. Risco de ser descoberto: Uma pessoa comum não tem treinamento para seguir o próprio cônjuge e não ser notado. Mesmo que utilize outro veículo, isso é um risco real como já ouvimos de diversos clientes. “Eu mesmo estraguei o serviço pois tentei segui-la” Portanto, não o faça.

Existe também o risco legal de você ser enquadrada em crime de perseguição, caso esteja em litígio com a pessoa investigada.

2. Dano à confiança: Suspeitar e investigar secretamente sem obter suspeitas confirmadas, pode danificar ainda mais o clima entre as duas partes, se a pessoa desconfiar da sua investigação conjugal.

3. Condições técnicas: A falta de experiência e equipamentos adequados podem não te trazer nenhum resultado. Exemplo: Se você ficar preso em um sinal de trânsito e perder de vista a pessoa investigada. Você não conseguirá retomar o trabalho neste dia e desta forma você perdeu o seu dia. Já o Detetive Conjugal possui técnicas para seguir sem ser notado e reencontrar o investigado.

4. Impacto emocional: Fazer você mesmo uma investigação conjugal pode trazer muito estresse e ansiedade emocional. Pode ser difícil lidar com as descobertas ou a falta delas, e isso pode afetar negativamente sua saúde mental e bem-estar emocional.

5. Credibilidade: O relatório de uma investigação conjugal feito por um Detetive conjugal é válido na justiça e fica isento de suspeição. Além dos resultados com provas concretas serem muito mais proveitosos em uma comprovação.

Como escolher o Detetive Particular?

Por fim, o momento da contratação e a escolha do profissional pode significar o sucesso ou fracasso de sua empreitada. O ideal é que o profissional possua muitos anos de experiência na área, uma empresa aberta com CNPJ, um contrato de prestação de serviços que lhe dê garantias e um escritório estabelecido.

Lembrando que se o profissional anunciar serviços de Clone de Whatsapp e invasão de redes sociais, pode descartar de imediato pois se trata de golpistas

Nós da agência Souza Detetives lhe oferecemos todas as garantias de um serviço honesto e sem imprevistos

Saiba mais sobre como contratar um Detetive Particular

WhatsApp